Ola..

Seja bem-vindo, Obrigado por acessar nosso Blog.
Hoje é

quinta-feira, 28 de maio de 2015

terça-feira, 26 de maio de 2015

Microalgas para produção de biocombustíveis serão apresentadas na Agrishow

A matéria-prima do futuro para produção de etanol poderá vir da água

A Embrapa Agroenergia vai apresentar pesquisas com microalgas para produção desse e de outros biocombustíveis, na Agrishow 2015, evento que acontece de 27 de abril a 1º de maio, em Ribeirão Preto/SP.

As microalgas são microrganismos capazes de realizar fotossíntese para produzir biomassa, encontrados em água doce, salgada e salobra. Já são cultivadas comercialmente fora do Brasil, em tanques a céu aberto ou em fotobiorreatores fechados, para a produção de cosméticos, rações e alimentos funcionais. Atualmente, instituições de pesquisa no País e no exterior, buscam tecnologias para aumentar a escala de produção com custo reduzido, viabilizando, assim, a produção de biocombustíveis a partir delas.

A primeira vantagem das microalgas é a alta produtividade. Comparadas à cana-de-açúcar, algumas espécies podem gerar até o dobro de biomassa na mesma área. Outro ponto a favor é que não há necessidade de terras férteis para produzi-las, tampouco de água potável. Elas podem ser cultivadas em água salgada, salobra e até mesmo residual.

E é justamente no aproveitamento de um resíduo que se concentra a pesquisa da Embrapa Agroenergia com uma rede de parceiros. O centro de pesquisa está buscando linhagens capazes de crescer em vinhaça, um efluente abundante na indústria sucroalcooleira.

A ideia é integrar a produção de microalgas a um segmento já bastante consolidado no mercado de agroenergia no Brasil. "As microalgas poderiam agregar valor à vinhaça e consumir o gás carbônico liberado nas usinas de etanol, tornando mais sustentável a produção brasileira desse biocombustível", diz o pesquisador líder da iniciativa, Bruno Brasil.

Além de buscar microalgas em biomas brasileiros, a equipe iniciou, neste ano, o sequenciamento do genoma de uma linhagem. O desenvolvimento de protocolos de transformação gênica também está entre os objetivos. Os cientistas esperam obter linhagens tolerantes a pragas e com alta produtividade em cultivos a céu aberto, que têm se mostrado mais viáveis economicamente em larga escala.

Na Agrishow, estará em exposição um fotobiorreator com microalgas. Trata-se de um sistema de cultivo fechado, com luz artificial. O equipamento estará no espaço da Embrapa Agroenergia no estande do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ao lado de outras unidades da instituição de pesquisa. Cultivares desenvolvidas pela Empresa também estarão em exposição, na feira.
Data de Publicação: 27/04/2015 às 14:40hs
Fonte: Embrapa

Produtora abandonou universidade para criar cabras no interior de SP

O capril de Heloisa Collins produz em média 50 litros de leite por dia. Toda a produção é usada para fazer queijos finos.

Heloisa Collins herdou o sítio da família: três hectares de terra escondidos em meio às montanhas da Serra da Mantiqueira, em Joanópolis, São Paulo. A ex-diretora do departamento de inglês da PUC-SP viu neste cenário uma opção de vida para depois da aposentadoria.
Para quem viajou mundo afora e fez doutorado na Inglaterra, criar cabras e fazer queijos podia parecer uma atividade simples, mas dona Heloisa decidiu se especializar e investiu em um rebanho de cabras e reprodutores das raças Toggenburg e Saanem.
Dona Heloisa conhece cada animal e a histórias deles. Já os machos não recebem nome, porque não ficam na criação. Lição aprendida com a experiência. “O primeiro lote de machos que a gente teve, a gente deu nome para todos. Tinha um que chamava Jesus, porque nasceu na noite de Natal. Daí como você ia mandar Jesus para o abate?”, conta a produtora. Só os reprodutores são nomeados.
Este é um capril diferente. Além da produção de leite, o lugar funciona também como atrativo para turismo rural. A limpeza é fundamental. O esterco é recolhido todos os dias e ensacado uma vez por semana para virar adubo.
As cabras ficam no pasto a maior parte do dia. O sistema é rotacionado com divisão em nove piquetes. Mas para ter um leite de qualidade, a braquiária não pode ser a única fonte de alimentação. O cardápio balanceado é fornecido no cocho com ração e volumoso. As ordenhas são manuais, uma de manhã e outra à tarde.
O capril hoje tem 25 cabras lactantes e uma produção média de 50 litros de leite por dia. Outros 80 litros são cobrados de dois produtores. E tudo vira queijo fino. A queijaria segue todas as normas exigidas para obter o selo de comercialização. Tem paredes de azulejo, câmaras frias separadas para cada categoria e maquinário em inox. São quatro funcionários e dona Heloisa coordena todo o trabalho.
A limpeza é rigorosa, porque são usados tipos diferentes de mofo para produzir os queijos. A intenção é evitar a chamada contaminação cruzada, quando os mofos se misturam.
Data de Publicação: 12/05/2015 às 14:30hs
Fonte: Globo Rural

Depois da visita da China, Agricultura negocia com a Índia e Europa

Produção agrícola indiana pode avançar com tecnologias desenvolvidas por instituições brasileiras
Na mesma semana em que engatilhou ampliação de 7% no valor das exportações de carne bovina ainda para este ano com a reabertura do mercado chinês, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) mantém negociações com a Índia. A ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) prevê avança na cooperação comercial após encontro com o embaixador da Índia no Brasil, Sunil Kumar Lal, em Brasília.
De acordo com a ministra, o Brasil pretende se aproximar cada vez mais dos Brics (bloco de países formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), a fim de melhorar o desempenho comercial e harmonizar normas sanitárias. Diferente da China, a Índia é concorrente do Brasil na exportação de carne vermelha.
Durante a reunião, o embaixador e a ministra deram início às conversas sobre uma parceria entre a Embrapa e institutos de pesquisa indianos para estudo em conjunto sobre biotecnologia. A iniciativa foi elogiada pelo embaixador, que informou que transmitirá a intenção do Brasil ao Ministério da Agricultura.
“O conhecimento não pode ter fronteiras. Temos todo interesse em dividir conhecimento e tecnologia da nossa Embrapa, que nos enche de orgulho. Queremos cooperar com as nações e absorver as coisas boas dos outros países”, disse Kátia Abreu. “Ficamos muito felizes em ouvir isso”, respondeu Sunil Kumar Lal.
O embaixador e a ministra trataram também da possibilidade de se ampliar o acordo de preferência tarifária entre os dois países. Atualmente, apenas o couro possui tarifa zero para importação pelo Brasil.
O embaixador ainda convidou Kátia Abreu a visitar a Índia este ano para se reunir com o ministro da Agricultura daquele país. O presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Luiz Cláudio de Souza Paranhos Ferreira, também participou da reunião.
Europa
Nesta sexta-feira (22) Abreu saiu em viagem para a Europa, onde inicia extensa agenda oficial em vários países. Segundo despacho publicado no Diário Oficial da União de hoje, a ministra ficará afastada do país para esses eventos até o dia 31 de maio.
O documento informa que, em Paris, na França, a ministra vai proferir discurso na abertura da 83ª Sessão Geral da Organização Mundial da Saúde Animal e participar de reuniões com o ministro da Agricultura da França e com autoridades daquela Organização. Em Bruxelas, na Bélgica, Kátia vai discursar na sessão plenária do Comitê de Agricultura do Parlamento Europeu, participar de seminário para empresários europeus e participar de reuniões com os Comissários Europeus para Saúde e a Segurança Alimentar e para a Agricultura e o Desenvolvimento Rural.
Kátia também irá a Genebra, na Suíça, para discutir com dirigentes e representantes da Organização Mundial do Comércio (OMC) os principais elementos de interesse do Brasil para negociação multilateral no contexto da Rodada de Doha e tratar de questões sanitárias e fitossanitárias de relevância para o agronegócio nacional.
A ministra ainda viajará para Londres, Inglaterra, onde fará palestra para empresários britânicos e participará de reunião com a secretária de Estado do Departamento do Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais.
Data de Publicação: 26/05/2015 às 09:30hs
Fonte: Gazeta do Povo

Ovinocultura: produtores e empresários falam sobre produção de cordeiros no Brasil

As vantagens da Propriedade de Descanso de Ovinos para Abate (PDOA), uma iniciativa inovadora criada em Mato Grosso do Sul, foi discutida no 13º Simpósio Sul-Mato-Grossense de Ovinocultura, com o tema “Transformando cordeiro em dinheiro”, realizado dia 25, no auditório da Acrissul em Campo Grande
O objetivo da PDOA, segundo o pesquisador da Embrapa, Fernando Reis, é facilitar o trabalho da indústria, que precisa de certo número de animais para fazer o transporte até o abate sem prejuízos.
“Para os produtores, o atrativo é que não precisam de um grande número de cordeiros terminados para comercialização, podendo participar com pequenos lotes e receber o mesmo valor em relação ao que embarca muitos animais. Aumentar a escala favorece o poder de barganha e ajuda a valorizar o preço do cordeiro”, diz Fernando.
A iniciativa é pioneira porque a nota fiscal e a Guia de Trânsito Animal (GTA) não são emitidas para um produtor apenas, mas sim para o frigorífico onde é realizado o abate. Na área da pesquisa, ele explica que o fato de o grupo estar organizado comercialmente, facilita o acesso às informações sobre a produção nas propriedades. “Avaliando como esse grupo está produzindo, podemos indicar tecnologias e, se necessário, gerar tecnologias para atender ao sistema de produção como um todo”, destaca.
Os embarques coletivos de animais, pela PDOA, começaram em 2013. A propriedade, certificada pela Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), fica em Campo Grande, na saída para Sidrolândia. Os produtores levam os animais prontos para o abate até o local, de onde um caminhão faz o transporte ao frigorífico. “Assim, todos os produtores recebem direto do frigorífico, sem intermediários, e mesmo quem vendeu três ou quatro animais, recebe o mesmo valor daquele que vendeu mais”, explica a médica veterinária e secretária da Asmaco, Ana Cristina Andrade. Qualquer propriedade pode funcionar como uma PDOA, bastando atender às recomendações da Iagro.
O produtor rural e secretário de Agricultura do Espírito Santo, Octaciano Neto, falou durante palestra que, ao começar produzir cordeiros na propriedade, em Pedro Canário, a grande dificuldade era a falta de frigorífico para o abate de ovinos no estado e, por isso, buscou a alternativa de venda direta ao consumidor. Assim, conseguiu produzir um cordeiro com, no máximo, cem dias e, no mínimo, 50% de sangue Dorper. Ele conta que há dois anos comercializa o produto através de uma rede social e o negócio cresce a cada dia.
“Arrendamos um frigorífico uma vez por mês, com um abate de cem animais para atender a Grande Vitória. Foi um ótimo negócio passar de produtor apenas para também industrial e vender o nosso produto direto ao consumidor. Vale a pena investir na ovinocultura no Brasil, que hoje consome 90 mil toneladas por ano, e ainda há um grande potencial a ser explorado”, afirma.
Outro palestrante, o gerente de Fomento da VPJ Alimentos, Walter Celani, diz que a empresa compra cordeiros em todo o Brasil e tem um padrão estabelecido de qualidade. Segundo ele, Mato Grosso do Sul tem potencial para a grande produção. “Os estados que têm uma agricultura muito desenvolvida, têm condições de fazer uma pecuária também desenvolvida pela tecnologia disponível. A gente busca que, aqui no estado, o agricultor também comece a investir em pecuária”, declara, referindo-se à produção de cordeiros para o mercado.
Ele acrescenta que, hoje, a VPJ precisa de 18 mil a 24 cordeiros por ano e, no Brasil, existem cerca de 10 milhões de matrizes, o que atrapalha o alcance de padrão e qualidade. “Para ter 24 mil cordeiros por ano, eu preciso ter, ao menos, 80 mil matrizes contratadas para esse fornecimento”, completa.
O produtor rural e presidente da Associação Brasileira da Associação Brasileira de Dorper e White Dorper (ABCDorper), Paulo Franzine, também esteve presente no evento. Ele está implantando um projeto, em Campo Grande, para a produção de 15 mil matrizes. “O mercado busca um produto de qualidade e precoce, o que o Dorper pode oferecer. Uma carne muito macia, tenra, saborosa e sem cheiro”, finaliza.
A organização do Simpósio foi da Associação Sul-Mato-Grossense de Criadores de Ovinos (Asmaco), Embrapa, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Governo Federal.
Data de Publicação: 30/04/2015 às 08:00hs
Fonte: Embrapa Gado de Corte

ExpoJequié recebe Dinâmicas Práticas do Sistema FAEB/SENAR

As dinâmicas serão voltadas para as cadeias produtivas de Ovinocaprinocultura, Bovinocultura de Leite e Equideocultura

Mais uma vez, o Sistema FAEB/SENAR levará dinâmicas práticas para eventos agropecuários. Desta vez, o município de Jequié, no interior da Bahia, receberá as atividades do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, com técnicos especializados dentro do Parque de Exposições.
As dinâmicas acontecerão nos dias 21 e 22, das 10h às 12h e das 16h às 18h, de acordo com as cadeias produtivas abaixo:
Ovinocaprinocultura: Famacha, Casqueamento, Seleção de Reprodutores e Cronologia
Bovinocultura de Leite: Pré e Pós-Dipping, Higiene de Ordenha (Balde Embrapa)/ Mastite, Classificação do Grau de Sangue e Avaliação Fenotípica Funcional para produção de leite.
Equideocultura: Odontologia veterinária, Cronologia dentária e dinâmicas para casqueamento, ferrageamento e doma racional;
Além disso, no dia 21/05, acontecerá uma palestra sobre o Cadastro Ambiental Rural - CEFIR, quando os produtores serão orientados e poderão tirar dúvidas com um técnico especializado do Senar Bahia.
Fonte:
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/expojequie-recebe-dinamicas-praticas-do-sistema-faeb-senar-128868

Nanotecnologia

25 de maio de 2015 18:21
Nanotecnologia
Atualização assim que ocorre 25 de maio de 2015
NOTÍCIAS
Workshop de nanotecnologia reúne pesquisadores de vários países na UFPR
Cientistas do Brasil, de outros países da América Latina e da Europa apresentarão as contribuições de suas pesquisas em nanotecnologia para a ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Alimentos Orgânicos

23 de maio de 2015 19:52
Alimentos Orgânicos
Atualização assim que ocorre 23 de maio de 2015
NOTÍCIAS
Canal Rural

Semana dos Alimentos Orgânicos começa neste domingo (24), no Parque da Cidade
"A ideia é divulgar ao público urbano os benefícios do alimento orgânico; eles vão muito além da nutrição", resume Roberto Bemfica, diretor de ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Saúde Animal

25 de maio de 2015 18:42
Saúde Animal
Atualização assim que ocorre 25 de maio de 2015
NOTÍCIAS
Fepagro Saúde Animal debate influenza suína
A palestra fez parte das atividades da disciplina de Microbiologia Veterinária do Programa de Pós-graduação em Saúde Animal do Instituto de ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante
RFI
Em Paris, Kátia Abreu tenta acelerar acordo sanitário com a Europa
RFI
A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, iniciou um giro pela Europa nesta segunda-feira (25), com a missão de tentar acelerar a assinatura de um ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Sanidade animal




Sanidade animal
Atualização assim que ocorre 25 de maio de 2015
NOTÍCIAS
Suinocultura Industrial
Rio Grande do Sul e Santa Catarina serão certificados como zona livre de peste suína clássica
... é de cada vez mais estarmos preparados para manter esta conquista e avançar em outras áreas que dizem respeito a sanidade animal", disse.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Leilão Ovinos

25 de maio de 2015 21:31
Leilão Ovinos
Atualização de novas ocorrências 26 de maio de 2015
NOTÍCIAS
BV News
Embrapa divulga nova data para o leilão público de ovinos
A Embrapa Roraima informa a nova data para a realização do leilão público para venda de 68 ovinos de descarte utilizados em pesquisas na ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Sociedade Rural Brasileira

25 de maio de 2015 21:03
SRB - Sociedade Rural Brasileira
Atualização assim que ocorre 26 de maio de 2015
NOTÍCIAS
Canal Rural
CÓDIGO FLORESTAL SRB e BVRio lançam portal para registro ambiental
A Sociedade Rural Brasileira (SRB) e a Bolsa de Valores Ambientais (BVRio) vão lançar na terça da semana que vem, dia 2, em São Paulo, o Portal ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante
Globo Rural
Portal da Sustentabilidade irá facilitar inscrição dos produtores no CAR
A Sociedade Rural Brasileira (SRB) e a Bolsa de Valores Ambientais (BVRio) vão lançar, no dia 2 de junho (2/6), em São Paulo, o Portal da ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


SRB - Sociedade Rural Brasileira

25 de maio de 2015 13:05
SRB - Sociedade Rural Brasileira
Atualização assim que ocorre 25 de maio de 2015
NOTÍCIAS
SRB e BVRio assinam parceria e lançam Portal da Sustentabilidade
A Sociedade Rural Brasileira (SRB) e a Bolsa de Valores Ambientais - BVRio lançam, no dia 02 de Junho, o Portal da Sustentabilidade para ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


quinta-feira, 21 de maio de 2015

Boletim IDEAGRI - mai/15

Fonte: IDEAGRI - Sistema Informatizado de Gestão Agropecuária 


 
BOLETIM IDEAGRI - maio 2015 - 82ª EDIÇÃO
Caso não visualize a mensagem, clique aqui.
 
 
ARTIGO TÉCNICO
img
A importância da idade ao primeiro parto para o sistema de produção de leite
img
PONTO DE VISTA
img
O olho do dono na calculadora é que engorda o gado
img
 
 
IDEAGRI NO CAMPO
img
Fazenda Santa Maria / Leite Marvin e Alta - parceria de sucesso
img
IDEAGRI News
img
1ª Edição da Revista Pecuária em Alta
img
 
 
IDEAGRI News
img
PGA ONLINE Rehagro
img
IDEAGRI News
img
3º Leilão Virtual Girolando Miguel 2D
img
 
 
IDEAGRI News
img
Leilões Girolando Santa Luzia registram a maior valorização da raça em 2015
img
IDEAGRI News
img
VII Leilão FSL Angus Itu e Seminário Cruzamento Angus
img
 
 
DICAS IDEAGRI
img
Você sabia que pelo painel gestor é possível criar e gerenciar a 'Agenda macro'?
img
DICAS INFORMÁTICA
img
Linkedin: 7 dicas para tirar sua 'work selfie' e parecer mais profissional
img
 
 
 
Depoimentos
 
A importância da idade ao primeiro parto para o sistema de produção de leite
A recria é um item de grande participação no custo de produção de uma fazenda leiteira. Na fase da desmama até o parto, as novilhas não contribuem com a renda da atividade leiteira. É uma fase de investimentos no futuro do empreendimento. Eficiência na criação de animais jovens significa baixa morbidade e mortalidade, bem como o maior ganho de peso e, por fim, novilhas parindo na idade ideal. Para que o produtor obtenha sucesso nessa fase da criação de bovinos leiteiros, é fundamental antecipar a "Idade ao Primeiro Parto". Saiba mais sobre os índices e confira, também, como obtê-los pelo Software IDEAGRI.
 
 
O olho do dono na calculadora é que engorda o gado
A competitividade do mercado e a demanda por produtos diferenciados fazem com que a pecuária seja cada dia mais profissional na produção de animais que atendam ao mercado consumidor. Os criadores que não se adequarem à produção de animais com qualidade e eficiência, automaticamente, perderão espaço no mercado, devido ao valor da terra e aos custos de produção, já que a pecuária moderna exige alta produtividade, com qualidade e viabilidade econômica. A pecuária deve ser de precisão. E sinônimo de precisão na pecuária é o melhoramento genético aliado à boa gestão da atividade.
 
 
Fazenda Santa Maria / Leite Marvin e Alta - parceria de sucesso
Pioneira na produção de leite de alta qualidade na Zona da Mata de Minas Gerais, a Fazenda Santa Maria também industrializa o 'Leite Marvin'. Conheça a história de sucesso da parceria entre Alta Genetics e a fazenda, que é parceira e usuária do Sistema de Gestão IDEAGRI.
 
 
1ª Edição da Revista Pecuária em Alta
Depois do sucesso do programa de televisão, a Alta lança sua própria revista, destinada ao produtor progressista. A publicação está repleta de notícias e informações de qualidade, que agregam conhecimento e valor ao agronegócio. O conteúdo é imperdível e traz como matéria de capa a principal conquista da Alta em 2014, o recorde das 4 milhões de doses vendidas. Confira a edição on line.
 
 
PGA ONLINE Rehagro
A Fazu, ABCZ e Rehagro têm uma novidade para você! Agora você pode fazer a Pós-graduação em Gestão no Agronegócio de onde estiver! Este curso é destinado a profissionais graduados atuantes nos diversos setores do agronegócio, que desejam ampliar sua visão de gestão por meio da integração de todas as áreas nele contidas.
 
 
3º Leilão Virtual Girolando Miguel 2D
No dia 19/07, às 10h, ocorre o 3º Leilão Virtual Girolando Miguel 2D e Convidado Especial. A transmissão será pelo Novo Canal e os participantes devem fazer o cadastro antecipado. A Fazenda São Miguel 2D é cliente e parceira IDEAGRI.
 
 
Leilões Girolando Santa Luzia registram a maior valorização da raça em 2015
O evento, que contou com a participação de investidores de diversas regiões do Brasil e do exterior, faz parte do calendário dos grandes leilões da pecuária leiteira, tornando o último final de semana de abril como uma data chave para fazer bons negócios. Neste ano, na noite de sexta-feira, dia 24 de abril, o leilão Noite de Gala Santa Luzia chegou a sua quinta edição ofertando doadoras consagradas, prenhezes de recordistas mundiais de produção, animais de pista e algumas raridades genéticas.
 
 
VII Leilão FSL Angus Itu e Seminário Cruzamento Angus
No início de agosto, acontecem o 'Seminário Cruzamento Angus' e o 'VII Leilão FSL Angus ITU'. Confira detalhes do leilão e do seminário, que tratará de resultados financeiros do cruzamento Angus x Nelore. As vagas são limitadas! A fazenda é parceira e usuária do IDEAGRI.
 
 
Você sabia que pelo painel gestor é possível criar e gerenciar a 'Agenda macro'?
O 'Painel gestor' ou 'Agenda macro' permite o controle de qualquer tipo de atividade da fazenda: sanitárias, manutenções, treinamentos e muito mais! As tarefas são exibidas na agenda de eventos e podem ser gerenciadas diretamente no painel gestor.
 
 
Linkedin: 7 dicas para tirar sua 'work selfie' e parecer mais profissional
O LinkedIn é a maior rede social para assuntos profissionais e vagas do mundo. Nela, uma das formas de criar uma boa impressão é escolher uma boa foto para o seu perfil. A imagem irá compor sua marca profissional e poderá ajudar quando seu currículo estiver sendo analisado. Confira a lista com sete dicas reunidas pela equipe do LinkedIn para tirar a selfie perfeita e parecer mais profissional na rede social.
 
 
 
O negócio do IDEAGRI é gerar informações rápidas e confiáveis para o agronegócio, transformando dados técnicos e financeiros em indicadores para a tomada de decisão. O IDEAGRI é fruto da parceria:
Alta
Linkcom
Rehagro
 
 
 
 
 
Rua Gávea, 358, sls 204, 206 e 207 | Jardim América, Belo Horizonte, MG | CEP 30.421-340
Fone/Fax: (31)3344-3213 | Skype: ideagri










 


Agradecimento

Foram muitas as horas que passamos elaborando, estudando e sonhando para criar a “ONG AIAS”. Durante este tempo, muitas pessoas estiveram envolvidas até que nós chegássemos a um resultado final; porém, não é fácil ter as palavras corretas para mostrar-se grato a todos os envolvidos. Estejam certos de que a felicidade que estou sentindo por estarmos unidos é muito grande. Você só poderá encontrar a felicidade quando souber fazê-la nascer de dentro de seu coração, quando aprender a ajudar a todos indistintamente, com suas ações, suas palavras e seus sentimentos.

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a “Deus” pelo descanso da noite e pela claridade da manhã, e que esteve sempre ao nosso lado nos dando forças para continuar trabalhando e não desanimar nas horas difíceis.

Em segundo lugar, gostaria de agradecer a minha esposa, companheira e amiga, Marli, pela paciência que teve e pelo perdão pelas horas que não lhe dediquei, pois foram consumidas neste trabalho, e pelo amor que me dedica em todos os momentos de sua vida.

Aos meus familiares adoráveis, em especial a minha mãe (Mariana), irmã (Solange), avós paternos e maternos, a minha querida sogra Cota (Dona Celina) e o meu sogro Bia (Sr. Bienor, o meu querido Bia), fontes principais do entusiasmo na elaboração e criação desta associação. É preciso não pensar na idade, mas vivê-la; saber ser feliz é preciso, antes de tudo, encontrar a paciência, suprir a necessidade da mente, em busca do dia-a-dia na consciência de entender que um dia você pode lutar para vencer, mesmo que antes já tenha sido derrotado, mas sem nunca perder as esperanças.

Porque o comodismo é a injustiça da liberdade, que provoca o transtorno, e o desamor à condição de caminhar pela paz.

E a vida é todo o espaço de tempo que temos para pensar no momento em que estamos conscientes do que fazemos em benefício do amanhã pela Caprinocultura e Ovinocultura.

A todas as pessoas da “ONG AIAS - Caprinos & Ovinos”, aos diretores, conselheiros, amigos, pessoas que colaboram diretamente ou indiretamente, ao meu Compadre e grande Amigo Everson Soares de Oliveira o Sonn, obrigado, para o sucesso desta associação, para que este material chegue até você, nosso muito obrigado.

“O maior sentimento que podemos ter é sentir no coração que Deus pode realizar aquele sonho que para muitos é impossível, mas para Deus não, porque quando eu não posso Deus pode.”

AIAS
Pelo Latim Ahias, do Hebraico Ahiyas
“Amigos de Deus”