Ola..

Seja bem-vindo, Obrigado por acessar nosso Blog.
Hoje é

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Conteção de pequenos ruminantes

Fonte: Paulo de Tarso dos Santos Martins

Aprendendo a conhecer os caprinos e ovinos - parte III - contenção de pequenos ruminantes


Por Edson Ferraz Evaristo de Paula, Jordana Andrioli Salgado, Maria Angela Machado Fernandes e Thayla Sara Soares Stivari

A contenção é uma prática exigida em muitas ocasiões na criação de caprinos e ovinos. Entre tantos motivos que justificam essa necessidade, podemos citar aqueles mais rotineiros como a realização de exames físico clínicos, vacinações, everminações, aplicação de medicamentos, curativos e casqueamento. O correto manejo dos animais nessas situações é fundamental para evitar lesões e traumas físicos, e inclusive psicológicos. A forma com que essa contenção é realizada, além de ser essencial para o bem-estar do animal e segurança de quem irá realizar as atividades, está diretamente relacionada ao temperamento e reação dos animais nas próximas ocasiões de manejo.

É bastante comum a contenção de forma inadequada tanto por proprietários, tratadores e até mesmo pelos profissionais durante o manejo na propriedade, como por exemplo, segurando os ovinos pela lã, orelha ou rabo o que acarreta, além de dor ao animal e possibilidade de fraturas, o aparecimento de hematomas que podem comprometer o aproveitamento e a qualidade das carcaças de animais destinados ao abate.

Alguns procedimentos mais complexos (cirurgias, procedimentos que causam dor, animais muito grandes ou estressados) exigem o uso de acessórios (tais como cabrestos, cordas, maca ou brete) e/ou fármacos (tranquilizantes e anestésicos).

Figura 1 - Ovelha em maca imobilizadora para inseminação artificial (a) e carneiro em cirurgia de vasectomia (b).



A contenção pode ser realizada com o animal em pé, sentado ou deitado. A imobilização do animal se torna mais fácil se a intervenção for feita em pé, enquanto que a contenção do animal deitado ou sentado requer meios mais complexos para a imobilização, tornando-se arriscada para as fêmeas em adiantado estado de gestação.

Se preferir trabalhar com os animais sentados (Figura 2) ou deitados (Figura 3) é importante tomar bastante cuidado na hora de derrubar e conter para evitar choques e quedas bruscas. No momento da tosquia, conter o animal sentado com a cabeça virada pode ser útil porque, além de imobilizá-lo, a pele da região pescoço fica esticada e diminui a incidência de lesões pela tosquiadeira.

Figura 2 -Contenção de animal sentado.



Algumas categorias, como as fêmeas gestantes, exigem maior cautela de quem irá realizar a contenção. Em primeiro lugar, é muito importante que o manejo dessas fêmeas seja feito sempre de forma tranquila e com o mínimo possível de estresse, evitando traumas e pancadas, pois estas são importantes causas de aborto em pequenos ruminantes. Quanto mais acostumados estiverem os animais com o manejo e a presença do tratador, mais fácil, rápido e menos estressante será o trabalho. A imobilização deve ser feita com segurança e de forma firme, pois qualquer movimento brusco do animal pode provocar traumas, contusões, ou até mesmo aborto, reabsorção embrionária e lesões graves.

Figura 3 -Contenção do animal deitado.



O sucesso do procedimento também irá depender do local onde será realizado. Este deve ser seco, bem iluminado, abrigado do sol, espaçoso e limpo. Além disso, o ideal é não misturar animais de lotes diferentes no momento do manejo para evitar eventuais brigas. No caso de animais mais arredios, como costumam ser os machos adultos (reprodutores, rufiões e capões), recomenda-se o auxílio de um assistente para conter enquanto o tratador ou profissional realiza o procedimento de forma mais segura (Figura 4). Isso evitará que o animal se debata e que ocorram acidentes, preservando a integridade do mesmo e de quem realiza a atividade. Em relação aos machos adultos, a imobilização exige mais força e atenção. Também, é importante evitar dar as costas ao animal, pois os reprodutores costumam ser um tanto quanto mais agressivos que as demais categorias e comumente dão cabeçadas quando se sentem ameaçados.

Figura 4 - Contenção do animal em pé para casqueamento ou aplicação de medicamento.



A contenção no brete também pode ser utilizada, para diversos fins tais como observação do grau Famacha®, avaliação do escore de condição corporal e procedimentos de manejo reprodutivo (aplicação de hormônios, implantação de esponjas para sincronização de cio e realização de diagnóstico de gestação por ultrassonografia). Muitas vezes o brete é também o local de realização de pedilúvio para cuidados com os cascos.

Dessa forma, é fundamental que as medidas deste sejam adequadas com largura que não permita o animal se virar dentro dele e altura compatível com a possibilidade de realização de tais atividades. As laterais preferencialmente não devem conter espaçamento entre tábuas, pois o risco de algum animal se enroscar e se machucar é alto. O desenho das instalações deve ser sempre projetado com o objetivo de diminuir ao mínimo possível a quantidade de estresse que os indivíduos sofrem.

Em muitos casos, é também necessário o derrubamento dos animais para que determinada atividade possa ser efetuada. Para tal, é essencial que se tomem certos cuidados, evitando assim a ocorrência de acidentes que causem danos ao animal ou mesmo para os manejadores. É importante ressaltar que isso deve ser treinado na prática junto a alguém capacitado, pois se tratando de animais adultos e muitas vezes com peso elevado, erros nesta etapa de derrubamento podem provocar lesões mais graves como até mesmo a fratura dos membros. Primeiramente deve-se escolher o local para derrubá-los, lembrando sempre de evitar pisos com pedras e outros empecilhos. Posicione-se à lateral do animal e com uma mão abaixo da cabeça e a outra na região da virilha (Figura 5a), gire e apoie a cabeça em direção ao costado (Figura 5b), após esse movimento o ovino deverá sutilmente deslizar até o solo.

Alguns animais apresentam maior resistência a este método e isso requer mais prática e habilidade para derrubar o animal. É interessante evitar que o lado esquerdo do animal fique para baixo, pois dependendo da duração da imobilização, pode comprimir o rúmen e ocasionar problemas. Após derrubar o animal, pode-se manter a cabeça deste flexionada e apoiada sobre o costado enquanto se realiza os procedimentos (deve-se tomar o cuidado de não obstruir-lhe a respiração) ou ainda passar a perna dianteira (a situada acima do corpo do animal) por detrás da perna do tratador conforme a Figura 5c, de modo que o animal permaneça imobilizado. É importante que as regiões do pescoço e do costado também não sejam comprimidas demasiadamente, pois pode dificultar a respiração ou mesmo o retorno venoso.

Figura 5 - Derrubamento e imobilização de uma ovelha.



Nota-se que existem várias maneiras de se realizar a contenção de forma segura sem causar grande estresse, e a escolha do método irá depender do grau de imobilização que se deseja obter para realizar determinado procedimento. Muito do que foi aqui discutido para a espécie ovina é também aplicável para os caprinos. Porém, vale ressaltar que, neste caso, diversas raças apresentam chifres.

Esse fator aumenta o risco de acidentes, tanto para o manejador quanto para os animais e, portanto, a contenção desses deve ser realizada com maior dispêndio de atenção. Em algumas situações, o chifre pode servir como auxílio para segurar caprinos já contidos, todavia, este recurso não deve ser utilizado em movimentos bruscos ou com força, o que pode ocasionar lesões nesta estrutura dos animais. De modo geral, os pequenos ruminantes são animais que tendem ao comportamento dócil quando manejados com certa frequência e de forma tranquila. Por isso, a contenção geralmente é realizada sem a necessidade de medidas mais drásticas ou agressivas. Vale aqui enfatizar que na grande maioria das vezes o que se exige nesta etapa é prática e técnica, e não força.


--
Paulo de Tarso
Zootecnista
"Há 25 anos na produção animal no MT"
CRMV-Z 070MT
65 3613 6212
65 3682 1346
65 8119 7168
65 9604 8162

ONG AIAS
Caprinos & Ovinos
Mario  Augusto de Oliveira
MMAOB

email:    m0132273719@gmail.com.
blogger: http://mdeoliveira.blogspot.com/

Fone: +55 (11) 7339-6902

(Antes de imprimir, pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE)

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A vergonha das vendas de carnes expostas na feira livre de Senhor do Bonfim na Bahia

Fonte: ACONTECEU NORDESTE

 

Notícia / Você no SóAgitos

 

Leitor denuncia vendas de carnes expostas na feira livre de Senhor do Bonfim na Bahia

Enviado por Paulo Cerqueira, empresário de Senhor do Bonfim.

Veja a situação registrada nos dias de hoje através de fotos, como funciona a venda de carne na feira livre de Sr do Bonfim.

Realmente é uma vergonha!

Gostaria de perguntar as todas as autoridades até quando o povo irá se submeter a essa vergonha?

O QUE ESTÁ FALTANDO A TODOS É DETERMINAÇÃO E PRINCIPALMENTE VERGONHA NA CARA, PEÇO A TODOS QUE REPASSEM PARA QUE O MUNDO TOME CONHECIMENTO DESTA VERGONHA. UM ATENTADO A SAÚDE HUMANA!

Acompanhe as notícias do Portal SóAgitos no twitter @soagitos, curta a nossa fan page no FaceBook www.facebook.com/soagitos e conheça o PanfletoNet.com.

Outras Fotos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://www.portalsoagitos.com.br/v3/index.php?pg=noticia&id=1124

 



Grato,

ONG AIAS
Caprinos & Ovinos
Mario  Augusto de Oliveira
Presidente
MMAOB

email: m0132272719@gmail.com.
blogger: http://mdeoliveira.blogspot.com/
Fone/Fax: +55 (11) 7339-6902

(Antes de imprimir, pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE)

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Seca põe 34% do Paraná em situação de emergência

Fonte: AGROLINK

Agrolinkfito | Agrotempo | Cotações | Colunistas | Agromáquinas | Oportunidades | Eventos | Saúde Animal | Anuncie Aqui
Bom dia, Terça-Feira, 17 de Janeiro de 2012.  
Publicidade
Oportunidades - Clipping
 
Destaques
Seca põe 34% do Paraná em situação de emergência
O Paraná tem 34% de seus 399 municípios em situação de emergência por causa da falta de chuva, avaliou na segunda-feira (16) o governo do estado. Depois de um encontro com prefeitos da Região Oeste, o governador Beto Richa (PSDB) decretou estado de emergência para 137 municípios, incluindo os 20 que já contavam com notificações e decretos municipais.

Gazeta do Povo para assinantes  
Área de soja no RS volta a enfrentar quadro de pouca chuva-Somar
Após receberem elevados volumes de chuvas na sexta-feira e sábado, as principais regiões produtoras de soja e milho do Rio Grande do Sul deverão voltar a enfrentar uma quadro de escassez de precipitações, pelo menos até o final do mês, de acordo com previsão da Somar Meteorologia.

Reuters  
» Inmet alerta para chuva forte no Sudeste e Sul do país   (Min. da Agricultura, Pecuária e Abastecimento)

 
Geral
Colômbia tem a menor produção de café em 30 anos
A Colômbia teve em 2011 a sua menor safra de café em mais de 30 anos devido às fortes chuvas registradas nas principais zonas de produção do país, informou nesta segunda-feira a Federação Nacional de Cafeicultores.

Reuters  
USDA estima uma safra de milho maior em 2011/2012
No relatório de janeiro, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estimou a produção mundial de milho em 868,06 milhões de toneladas em 2011/2012. Este volume é 0,1% maior que o estimado em dezembro de 2011. Em relação à safra passada, a produção mundial deve ser 4,9% maior.

Scot Consultoria  
» Verba sairá 48 horas após trâmites   (Correio do Povo)

» Produtor rural só pode requerer recursos com laudo técnico em mãos   (Folha Web)

» Escoamento na Câmara do Trigo   (Correio do Povo)

» Chuvas irregulares não aliviam efeitos da seca   (Jornal do Comércio)

» MT: Setor produtivo projeta estabilidade   (Gazeta Digital)

» Entidades de SC querem alterações finais no novo código ambiental brasileiro   (Novo Tempo)

» Estimativa da RC acompanha projeção do PIB   (DCI - Diário do Comércio & Indústria)

» O mapa da mina   (Sou Agro)

» Pedidos para Tarso em Erechim/RS   (Correio do Povo)

» Estiagem atinge um terço dos municípios paranaenses   (Folha Web)

» Santa Catarina terá medidas para amenizar prejuízo da seca   (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento)

 
Agricultura
Chuva chegou tarde ao Oeste do Paraná
A chuva dos últimos dias renovou os ânimos dos agricultores do Oeste do Paraná para o plantio da segunda safra de milho, mas chegou tarde demais para salvar a produção de milho e soja de verão. A maior parte das lavouras da oleaginosa na região foi semeada com variedades precoces e, por causa disso, não apresenta mais condições de recuperação.

Gazeta do Povo para assinantes  
Programa Estadual reforça o cultivo do trigo em Minas Gerais
Incentivar a cultura do trigo em Minas Gerais, aproveitando o potencial agrícola das regiões do Cerrado, e reduzir a dependência que o país tem das importações, atualmente em torno de 60% do trigo consumido. Este foco vem norteando as ações do Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Trigo (Comtrigo). Para a safra 2011/2012, a previsão é de uma produção em Minas de 90,1 mil toneladas de trigo. Um crescimento de 5,7% em relação ao ano passado, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Já a safra brasileira, deve registrar uma queda de 1,6%.

Agrolink com informações de assessoria  
» Inicia plantio de milho em Mato Grosso   (Só Notícias)

» Zoneamento agrícola orienta plantio de trigo de sequeiro no DF   (Agrolink com informações de assessoria)

» Em MT, variedades de sementes de milho estão em falta no mercado   (G1 - Globo)

» RS: Temperatura ameaça arroz na Campanha   (Correio do Povo)

» Fundação Pró-Sementes lança Mestrado Profissionalizante em Sementes   (Agrolink com informações de assessoria)

 
Negócios
Nova versão do Digilab é destaque da BASF no Dia de Campo C.Vale
A BASF, uma das maiores fabricantes de defensivos do País, participará da edição 2012 do Dia de Campo C.Vale, a ser realizado entre os dias 17 e 19 de janeiro em Palotina-PR, no oeste paranaense. Uma das principais novidades da empresa para esta edição será a apresentação do Digilab 2.0 e sua versão mobile.

Agrolink com informações de assessoria  
Empresas promovem curso de armazenagem e conservação de grãos em Balsas/MA
Capacitar e proporcionar aos participantes conhecimentos das melhores práticas referente à Armazenagem e Conservação de Grãos, Operação e Manutenção de equipamentos (Secadores de Grãos, Maquinas de Limpeza, Transportadores, etc..) é o objetivo do Curso de Armazenagem e Conservação de Grãos, que vai acontecer em Balsas/MA, nos próximos dias 18 e 19 de Janeiro no Auditório da Faculdade de Balsas, UniBalsas. Este Projeto vem ao encontro com a Instrução Normativa Nº 41 - Certificação da Unidade Armazenadoras, onde é obrigatório aos que operam com armazenagem, realizarem treinamentos de capacitação dos seus profissionais.

Agrolink com informações de assessoria  
 
TEMPO
SAO PAULO
20ºC
26ºC
Umidade 89%
veja mais
 
Publicidade
AveSui 2012 - Clipping Agrolink
 
MERCADO
  Valor Var
Dólar R$ 1.79 0.00%
Bolsa 59956 1%
veja mais
 
COTAÇÕES
  SP PR RS
Milho 27.63 22.71 25.86
Soja 44.21 43.33 41.96
Trigo 25.59 23.08 23.75
veja mais
 
COLUNAS
O que esperarmos para 2012?
Alexandre Andreazzi
veja mais
 
AGROMÁQUINAS
CASE 2388 1999 - PR
Case 2388 1999 - PL 25 pés - Pneus Balão. Máquina Inteira - Pronta para trabalhar. R$ 280.000.00 R$ 80.000.00 - Entrada - Saldo 4 x R$ 50 MIL + Juros de 7,5% a.a. + Garantia Real...

veja mais
 
OPORTUNIDADES
Sobrado Geminado em frente ao Rio Paraná
Sobrado geminado no condomínio CONDOMINIO RESIDENCIAL PORTO BELO: Com 2 Dormitórios (02 Quartos), 01 sala 02 ambientes sacada com churrasqueira e pia, 01 Sala Estar, 01 cozinha...

veja mais
 



CNA - Notícias do Dia, 17 de janeiro de 2012

Fonte: CNA - Notícias do Dia

Terça-feira, 17 de janeiro de 2012

imprima

A conjuntura não justifica artifícios pró-consumo
O Estado de S. Paulo - Editorial Econômico
O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) do mês de novembro de 2011 apresentou, em termos dessazonalizados, alta de 1,15%(...)

Desafio à Europa
O Estado de S. Paulo - Celso Ming
Não se pode nem superestimar nem subestimar o rebaixamento em massa promovido pela agência de classificação de risco Standard & Poors (S&P;)(...)

Câmbio fora do lugar
O Estado de S. Paulo - José Paulo Kupfer
Aos que se interessam pelas questões da política econômica, é recomendável ler - e guardar para reler - a reportagem do colega Fernando Dantas, manchete da edição do domingo aqui no Estado(...)

Um pré-sal verde
O Globo - Erasmo Battistella
O mundo acompanhou no final de 2011 a COP-17, a conferência sobre clima organizada pelas Nações Unidas em Durban(...)

Outra economia é possível
O Globo - Renato Cader
O poder público tem um papel fundamental em promover ações concretas voltadas para a sustentabilidade, e uma das formas é utilizar seu poder de compra por meio da aquisição de bens e serviços ambientalmente corretos(...)

O que o Brasil quer dos EUA?
O Globo - João Augusto de Castro Neves
O Brasil é a chave para a América Latina?, declarou o senador norte-americano Richard Lugar(...)

Brasil não vê risco de EUA vetarem suco de laranja
Valor Online - Tarso Veloso e Fernando Lopes
O Ministério da Agricultura e os exportadores brasileiros trabalham com a expectativa de que os carregamentos de suco de laranja do país não serão vetados nos Estados Unidos(...)

Guinada ecológica traria economia de US$ 2 tri, diz estudo
Valor Online - Assis Moreira
Cerca de US$ 2 trilhões poderão ser economizados nas principais economias do mundo com uma guinada ecológica e mais eficiência de recursos em apenas três setores: aço, ferro e carvão(...)

Dependência das commodities ameaça economia, diz Palma
Valor Online - João Villaverde
O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro não pode e não vai crescer mais do que 3,5% a 4% ao ano, porque o governo não criou as condições para crescer acima disso sem gerar distúrbios sérios(...)

China rumo ao topo na importação de açúcar
Valor Online - Fabiana Batista
Maior importador do agronegócio brasileiro, sobretudo pela hegemonia na compra de soja, a China amplia agora a sua participação na importação de açúcar nacional(...)

Receita agrícola deve ficar em R$239 bi
DCI - Bruno Cirillo
A receita bruta esperada para a agricultura nacional neste ano é de R$ 239,1 bilhões, com alta de 3% sobre a de 2011 (...)

Notícias selecionadas em primeira mão:

Clique aqui para informa??es estrat?gicas personalizadas

A produção mundial de café deverá totalizar 132,4 mi de sacas de 60Kg na temporada atual. A nova estimativa é 3,8 mi de sacas superior à previsão anterior e o ranking mundial poderá ser encabeçado por Brasil, Vietnã e Etiópia.

Leia mais em Café

3- Acordos do comércio
1- Administração Federal
2- Administração Pública
12- Assuntos econômicos
2- Café
1- Cereais, oleaginosas e fibras
1- Feiras e eventos agrícolas
1- Melhoramento genético e transgênicos
1- Suinocultura
1- Trabalho e previdência

Informativo Macroeconomia Trabalhos da Semana

Indique amigos para receber gratuitamente o Sistema de Informa??es CNA Clique aqui para receber informa??es da CNA Imprimir clipping completo Busca
Facebook Twitter Orkut

Agradecimento

Foram muitas as horas que passamos elaborando, estudando e sonhando para criar a “ONG AIAS”. Durante este tempo, muitas pessoas estiveram envolvidas até que nós chegássemos a um resultado final; porém, não é fácil ter as palavras corretas para mostrar-se grato a todos os envolvidos. Estejam certos de que a felicidade que estou sentindo por estarmos unidos é muito grande. Você só poderá encontrar a felicidade quando souber fazê-la nascer de dentro de seu coração, quando aprender a ajudar a todos indistintamente, com suas ações, suas palavras e seus sentimentos.

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a “Deus” pelo descanso da noite e pela claridade da manhã, e que esteve sempre ao nosso lado nos dando forças para continuar trabalhando e não desanimar nas horas difíceis.

Em segundo lugar, gostaria de agradecer a minha esposa, companheira e amiga, Marli, pela paciência que teve e pelo perdão pelas horas que não lhe dediquei, pois foram consumidas neste trabalho, e pelo amor que me dedica em todos os momentos de sua vida.

Aos meus familiares adoráveis, em especial a minha mãe (Mariana), irmã (Solange), avós paternos e maternos, a minha querida sogra Cota (Dona Celina) e o meu sogro Bia (Sr. Bienor, o meu querido Bia), fontes principais do entusiasmo na elaboração e criação desta associação. É preciso não pensar na idade, mas vivê-la; saber ser feliz é preciso, antes de tudo, encontrar a paciência, suprir a necessidade da mente, em busca do dia-a-dia na consciência de entender que um dia você pode lutar para vencer, mesmo que antes já tenha sido derrotado, mas sem nunca perder as esperanças.

Porque o comodismo é a injustiça da liberdade, que provoca o transtorno, e o desamor à condição de caminhar pela paz.

E a vida é todo o espaço de tempo que temos para pensar no momento em que estamos conscientes do que fazemos em benefício do amanhã pela Caprinocultura e Ovinocultura.

A todas as pessoas da “ONG AIAS - Caprinos & Ovinos”, aos diretores, conselheiros, amigos, pessoas que colaboram diretamente ou indiretamente, ao meu Compadre e grande Amigo Everson Soares de Oliveira o Sonn, obrigado, para o sucesso desta associação, para que este material chegue até você, nosso muito obrigado.

“O maior sentimento que podemos ter é sentir no coração que Deus pode realizar aquele sonho que para muitos é impossível, mas para Deus não, porque quando eu não posso Deus pode.”

AIAS
Pelo Latim Ahias, do Hebraico Ahiyas
“Amigos de Deus”